SUSANE VIDAL


Jornalista, escritora, professora universitária e mestre de cerimônia.

20
abr
2016

O que mudar no corpo

2 Comentários

Da série: como muitas vezes as crianças e os idosos nos ensinam a viver melhor, desprovidos de (pré) conceitos.

Como seria bem melhor se pudéssemos enxergar em nossas "imperfeições" características que nos diferem dos demais e nos tornam únicos. Geralmente somos muito exigentes e perdemos um tempo precioso tentando modificar aquilo que nos representa.

2 Comentários

Clarice Meireles em 21 de abril de 2016 14:55 disse:

“Imperfeições” são fundamentais, imprescindíveis. Diferente das perfeições, das impecabilidades, sempre tão ajustadas e, porque não dizer, enfadonhas, são elas que, ao desafiarem os supostos “padrões”, esculpem, delineiam, dão forma e vigor ao espírito. As inconformidades nos arrancam da pasteurização social, da homogeneização do coletivo, da arriscada uniformidade, conferindo-nos uma genuína (e extraordinariamente diversa) identidade HUMANA. Sabiamente disse a minha, caoticamente “inadequada”, xará de sobrenome Lispector: “Até cortar os próprios defeitos pode ser perigoso. Nunca se sabe qual é o defeito que sustenta nosso edifício inteiro”.

Pedro em 22 de abril de 2016 20:20 disse:

Crianças não buscam significados… Procuram significâncias. Idosos não buscam mais os significados… Compreendem as significâncias. No longo intervalo, entre a simplicidade e o conhecimento, perdemos muito tempo com as insignificâncias.

Deixe seu comentário


Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.