SUSANE VIDAL


Jornalista, escritora, professora universitária e mestre de cerimônia.

28
fev
2018

Que exagero, né?

Nenhum Comentário

Expressar o que pensamos, sentimos ou desejamos exige algumas habilidades. Nem sempre compreendemos a forma considerada adequada, aquilo que chamamos de ideal para mostrar nossas opiniões.

Há os tímidos, que por força da circunstância, não rara às vezes, perdem o timing do momento certo de se manifestar. Enquanto isso, os exagerados como o próprio nome diz, se utilizam de palavras, gestos, atitudes e até mesmo uma performance descomedida para se firmar entre os seus.

Basta tirar alguns minutos e analisar as redes sociais do ser exagerado. Naturalmente, ele não contém e aproveita esta janela da vaidade para se mostrar. São tantos "tantos" que logo é fácil perceber o que se esconde por trás do monte de poses e posses. Nem precisa ser especialista, só com um pouco de atenção nota-se perfeitamente as contradições. Pior ainda quando você conhece a figura longe das telas e das redes sociais.