SUSANE VIDAL


Jornalista, escritora, professora universitária e mestre de cerimônia.

25
abr
2013

Um dia chuvoso

6 Comentários

20130424_074552

Já escrevi aqui sobre o tema, mas não me canso de observar os efeitos desse fenômeno da natureza que mexe tanto na vida da gente. Para o homem do campo, a chuva representa alívio, especialmente após um longo período de estiagem. É esperança de colheita farta, grãos de boa qualidade. Por falar em grãos, inevitavelmente, lembramos logo da safra do milho. São João vem aí!!!


19
abr
2013

Susto na madrugada

8 Comentários

Telefone desligado

Esta semana passei por uma experiência que me fez pensar em situações cotidianas que muitas vezes não damos a atenção necessária...


15
abr
2013

Ele está de volta

3 Comentários


12
abr
2013

Falando grego

5 Comentários

Jydnknkdejef nhjdikeohfile lihinwduhw... Está complicado para entender, né? Também acho e nem adianta perguntar o que significa porque não sei. Teclei rapidamente e o resultado foi esse, possivelmente algum dialeto, vocábulo em alguma língua. Vá saber!!!

Nesse caso, não entender é bastante compreensível. O que não se pode aceitar é a incapacidade que muitas pessoas têm em entender o que o outro diz, claro, na mesma língua. Sem querer complicar, percebo que tem gente que se passa por desnorteada por pura proteção covarde, desonesta e infantil. Sabe quando é melhor fazer papel de tonto? Pois é, se dependesse de elenco essa "novela da vida real" seria aclamada pelo público por tamanha semelhança com esse mesmo público. Irônico, não?

Já notaram como o incompreendido se atrapalha nas justificativas? Por e-mail, então... são tantas desculpas que mais parece uma fábula do mundo encantado ou até mesmo uma corrente típica de correio eletrônico. Nada agradável. E mesmo com as explicações, o "infeliz" não se contenta e ainda tenta confundir o audacioso nas percepções da linguagem oral ou escrita.