SUSANE VIDAL


Jornalista, escritora, professora universitária e mestre de cerimônia.

16
jan
2012

Gentileza gera gentileza

5 Comentários

Gestos simples são tão bonitos, nobres e raros que muitas vezes esquecemos de valorizá-los. Aqui refiro-me aos acontecimentos do cotidiano em casa, no trabalho, na vizinhança, em lugares públicos, no trânsito... E se falarmos do trânsito, pronto. Haja história. Estamos todos sempre apressados, atrasados, apressados porque, em geral, estamos atrasados. O curioso é que ninguém tem nada a ver com isso, mas nem todos os motoristas, motociclistas, ciclistas e pedestres pensam o mesmo.

Há situações no trânsito em que, independentemente de você ser um exímio motorista, faz-se necessário ir além... ser gentil, pensar rapidamente antes de arriscar uma manobra, calcular bem o tempo, a velocidade e, porque não dizer, o humor de quem está à frente, ao lado ou atrás do veículo que você conduz. Mesmo conhecendo as leis básicas do trânsito, sabemos perfeitamente que a comunicação visual entre os “atores” do tráfego é importante e essencial em momentos delicados.

Mesmo assim, como mencionei antes, infelizmente não podemos esperar ou contar com essa ajuda o tempo todo. Nem todo mundo está disposto a colaborar, reduzir a velocidade, dar passagem ao que vem à frente. Aprendemos a priorizar a direção defensiva, aquela em que é possível observar com atenção e prever situações complicadas no trânsito, antes mesmo de um possível acidente. E, se pararmos para analisar criteriosamente, essa possibilidade é constante.


06
jan
2012

De sunga na rua

8 Comentários

Certamente o título aguçou a sua curiosidade... mas é isso mesmo que você pensou, não é uma metáfora. É real e até engraçado. Bom, que Aracaju é uma cidade litorânea, ninguém duvida, óbvio, é fato. E como toda cidade com praias, rios e lagoas, com sol praticamente o ano todo, o calor é companhia constante.

Pois bem, sabe aquele monumento do Caju, próximo ao Iate Clube (quem não sabe está na hora de programar uma visita a uma das cidades mais belas do Brasil), onde vários turistas param para fotografar? Ao passar de carro pelo local, pude perceber um grupo de turistas, debaixo de um sol em torno de 32ºC tirando fotos da bonita paisagem. Até aí, nada novo.

Engraçado é que o grupo trajava roupas de banho: um homem de sunga e chinelos e duas ou três mulheres de biquínis, além de mais duas crianças. Estariam eles indo ou voltando da praia, piscina? Quem sabe? Agora já parou para imaginar se no monumento houvesse espaço para banho? Seria uma festa só.


03
jan
2012

Viva 2012!!!

8 Comentários

Eis que o Ano Novo chegou e o que todos nós perguntamos é “Como será o amanhã...” parafraseando a música composta por João Sérgio e interpretada pela cantora Simone. Na verdade a pergunta vai além... Como será amanhã e "depois e depois de amanhã", pronto, mais uma letra musical que passeia em meus pensamentos (Música de Rua, de Daniela Mercury e Pierre Onassis). Opa! Será então, um ano musical?? Bom, aí vai depender da inspiração e do estilo de cada um.

Curiosamente, escolhemos o início de cada ano para estabelecer projetos para os meses, semanas e dias subseqüentes. É assim com a famosa dieta, na decisão de freqüentar uma academia, cuidar da saúde, aproveitar melhor o tempo, gastar menos, economizar para a sonhada viagem (e muitas vezes ela fica somente nos sonhos), comprar um carro novo, sair do aluguel, terminar ou começar um relacionamento mais sério. Se está na hora de terminar é, talvez, porque já perdeu a seriedade desejada.

Como jornalista, professora universitária, tuiteira, blogueira e inquieta, costumo anotar minhas metas para depois visualizá-las. Por falar em anotações... muitas delas estão gravadas em minha memória, ainda nem tomaram forma no papel. E pelo visto, isso não é nenhum sinônimo de descuido... É a modernidade tecnológica que nos ensina a utilizar as novas ferramentas de comunicação cada vez mais acessíveis ao bolso e ao gosto.