SUSANE VIDAL


Jornalista, escritora, professora universitária e mestre de cerimônia.

15
jan
2011

Adoro seu cheiro!

23 Comentários

Que exclamação, que afirmativa, que revelação... Uma frase simples, mas que reúne argumentos inquestionáveis de que a pessoa deixa um rastro por onde passa. Lógico que, para receber um elogio desses, esse cheiro pode ser forte ou suave, porém marcante, faz recordar quem o elogia e satisfaz quem exala o perfume natural da pele bem cuidada.

O cheiro é retrato, é reflexo, também é identidade... cada um a seu modo, possui uma essência única, intransferível, singular. O cheiro transmite mensagens, códigos, olhares, se comunica. Depois de horas dedicadas à higiene pessoal (alguns, de fato, até exageram) é gratificante ouvir essa expressão, maravilhoso também é poder dizer a outra pessoa: Nossa, que cheiro bom!

Aqui não me refiro ao cheiro produzido pelas incontáveis fragrâncias de perfumes importados ou nacionais. Claro, não posso esquecer que elas ajudam e muito, mas detenho-me no cheiro da pele. E isso é bastante pessoal. Veja só... há quem aprove e também quem desaprove o cheiro da pele de outrem.